logomarca

As Mais Tocadas

  • 1
    Zé Neto e Cristiano Largado Às Traças
    Zé Neto e Cristiano Largado Às Traças
  • 2
    Gusttavo Lima Apelido Carinhoso
    Gusttavo Lima Apelido Carinhoso
  • 3
    Eduardo Costa Olha Ela Aí
    Eduardo Costa Olha Ela Aí
  • 4
    Jorge e Mateus Propaganda
    Jorge e Mateus Propaganda
  • 5
    Luan Santana 2050
    Luan Santana 2050
  • 6
    Henrique e Juliano Mais Amor E Menos Drama
    Henrique e Juliano Mais Amor E Menos Drama
  • 7
    Wesley Safadão feat. Anitta Romance Com Safadeza
    Wesley Safadão feat. Anitta Romance Com Safadeza
  • 8
    Léo Magalhães Oi
    Léo Magalhães Oi
  • 9
    Matheus e Kauan part. Anitta Ao Vivo e a Cores
    Matheus e Kauan part. Anitta Ao Vivo e a Cores
  • 10
    Michel Teló, part. Marília Mendonça Por Traz Da Maquiagem
    Michel Teló, part. Marília Mendonça Por Traz Da Maquiagem

Acompanhe-nos

Visitantes


Você é o visitante número 1869 .

  • Você está em:
  • Página inicial »
  • Notícias »
  • Eleições 2018: O que acontece após o TSE ter negado a candidatura de Lula?

Eleições 2018: O que acontece após o TSE ter negado a candidatura de Lula?

imprimir tamanho da letra: A- normal A+

Após mais de 12 horas de julgamento, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu na madrugada deste sábado negar o registro de candidato ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que está agora oficialmente fora da disputa presidencial nas eleições deste ano. Foram seis votos contra o registro de Lula e apenas um a favor, do ministro Edson Fachin.

Antes mesmo do fim do julgamento, a Executiva Nacional petista divulgou na noite de ontem uma nota criticando a decisão do TSE e dizendo que o partido vai "apresentar todos os recursos aos tribunais para que sejam reconhecidos os direitos políticos de Lula, previstos na lei e nos tratados internacionais ratificados pelo Brasil".

Com o líder das intenções de voto afastado da disputa, o PT e sua coligação têm um prazo de 11 dias - até o dia 12 de setembro - para fazer a substituição dos candidatos presidenciais da chapa. A expectativa é a de que Lula seja substituído pelo hoje candidato a vice, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT). O posto de vice ficará com a deputada estadual gaúcha Manuela D'Ávila (PC do B).

Nesta segunda-feira, Fernando Haddad irá a Curitiba (PR) conversar com Lula na carceragem da Polícia Federal. Segundo pessoas próximas ao ex-prefeito, ainda não há definição de quando será feito o anúncio oficial da candidatura de Haddad e o registro dele como candidato no TSE - mas é muito provável que isto só ocorra depois do encontro de Lula e Haddad.

Neste sábado, no 1º dia da propaganda eleitoral da disputa presidencial, o ex-prefeito foi ocupou a maior parte dos 2 minutos e 32 segundos do bloco do PT. Lula apareceu numa fala gravada, defendendo o legado de seu governo na área da educação - o ex-presidente ocupou a fatia de 25% do programa eleitoral permitida para depoimentos de apoiadores.

Deixe seu comentário
Sem comentários cadastrados.
 

Peça sua música

x

Faça aqui o seu pedido musical para o locutor atual: